Estudo apresenta alternativas energéticas renováveis para a Bacia do Alto Paraguai (BAP)

De acordo com a publicação do WWF-Brasil, é preciso avaliar os impactos ambientais dos projetos hidrelétricos Foto: Divulgação/ Ministério Público Federal do MS Muito tem sido discutido sobre a possível instalação de cerca de 125 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) em estudo na região do Pantanal e bacia do Alto Araguaia – um ecossistema extremamente sensível…

Sociedade civil organizada defende a suspensão de novos empreendimentos hidrelétricos no Pantanal até que sejam finalizados os estudos da região

O Observatorio Pantanal, que representa atualmente 37 organizações que atuam na conservação da Bacia do Alto Paraguai (BAP), vem à público se posicionar diante do vencimento da resolução Nº 64/2018 da Agência Nacional de Águas (ANA), que suspendia as concessões de direito de uso de recursos hídricos para novos empreendimentos hidrelétricos em rios do Pantanal.…

Estudo apresenta panorama atual de infraestrutura na Bacia do Alto Paraguai

O WWF-Brasil, membro do Observatorio Pantanal, encomendou um levantamento minucioso de todas as iniciativas relacionadas à infraestrutura na Bacia do Alto Paraguai (BAP) para que seja possível um futuro diagnóstico, com o apoio de outras organizações, que indique possíveis impactos ambientais e principais ameaças à conservação do bioma. O estudo, realizado pela empresa Sitawi considerou…

Especialistas apontam efeitos ambientais negativos de pequenas hidrelétricas

Via Câmara dos Deputados Especialistas apontam que pequenas centrais hidrelétricas instaladas em quantidade numa só bacia podem provocar efeitos ambientais, econômicos e sociais negativos. A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, em conjunto com a Comissão de Direitos Humanos e Minorias, realizou um debate sobre o assunto nesta terça-feira (29). Foram examinados…