A porção pantaneira do  Paraguai é conhecida como o Chaco Paraguaio e contém duas regiões: o Chaco seco (frequentemente chamado de Chaco) e o Chaco úmido. O Chaco seco se estende por segmentos do Paraguai, Argentina, Bolívia e uma pequena parte do Brasil. Os índios guaranis foram os que primeiro descreveram esta região como “Gran Chaco” e a usaram por séculos de forma sustentável. A região é uma importante rota migratória de muitas espécies de aves.

Hoje, grande parte do norte do Chaco ainda é abundante em grandes mamíferos e outras espécies. Mas a parte do sul do Chaco já sofre intensa pressões da pecuária e o crescimento das áreas urbanas.